Fisioterapia no câncer de mama, como podemos lhe ajudar?

Fisioterapia no câncer de mama, como podemos lhe ajudar?

Ao longo dos últimos anos, o tratamento para câncer de mama, passou por inúmeras mudanças, as cirurgias passaram a serem mais conservadoras, o tratamento quimioterapeutico mais individualizado. Mas, mesmo com tanta evolução as complicações ainda ocorrem e continuam interferindo na qualidade de vida das pacientes!

E é por isso que a fisioterapia se faz tão importante, ela atua na prevenção, na minimização e no tratamento dos efeitos colaterais que podem ocorrer durante o tratamento do câncer de mama, favorecendo o retorno às atividades de vida diária, melhorando a qualidade de vida dos pacientes.

O ideal é que a fisioterapia seja realiza em todas as fases do tratamento, iniciando de preferência no pré-operatório; pós-operatório imediato e tardio e no seguimento da doença. Quanto mais precoce o início, melhor, mais fácil e rápida será a evolução da paciente.

Então qual é o papel da fisioterapia em cada momento? No pré-operatório, é o momento ideal para o profissional estabelecer um vínculo com o paciente, esclarecer as dúvidas do procedimento cirúrgico, realizar uma anamnese que contenha a avaliação física detalhada, verificando: a presença de dor, possíveis fatores de risco para complicações, patologias prévias a função do membro que será submetido a cirurgia, diferenças no volume do braço. O pós-operatório inicia-se nas 24 após a cirurgia, nosso principal objetivo é aliviar a dor, prevenir as complicações pós-operatórias e iniciar a recuperação gradual da movimentação do braço. Levando em consideração o estado geral do paciente, o tipo de procedimento cirúrgico, se houve intercorrências cirúrgicas, se há dor e não esquecer das orientações! No pós-operatório tardio, as pacientes devem ser encorajadas a realizar os exercícios em sua amplitude total. Devemos reforçar as orientações iniciais aliviar o quadro de dor e continuarmos atentos a possíveis complicações. No seguimento da doença nosso papel é estimular hábitos de vida mais saudáveis, fornecer um programa de exercícios, estimular a realização de exercícios físicos, orientar aos cuidados com o membro, controlar comorbidades, orientar para a prevenção e detecção precoce das principais complicações, pois um paciente bem orientado é um paciente com menos risco de complicações!

Kamila Favarão Adorni

Kamila Favarão Adorni

Fisioterapeuta formada pela Universidade Bandeirantes em São Paulo, atua na área de mastologia há 14 anos e atuou na área esportiva por 4 anos. Formação em Terapia Física do Edema e Linfedema – Método Vodder e Fundadora do Onco Movimento.

  • IKCC - International Kidney Cancer Coalition
  • World Ovarian Cancer Day
  • WAPO - World Alliance of Pituitary Organizations
  • The Carcinoid Cancer Foundation
  • Alianza GIST
  • The Life Raft Group

Faça parte Novidades

Temos muitas coisas para compartilhar com você.
Lembre-se: você não está sozinho!

Digite o email corretamente

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso. Obrigado!

Indique este site

Indicação realizada com sucesso!

Seja parceiro

Mensagem enviada com sucesso!

Seja voluntário

Mensagem enviada com sucesso!

Envie seu depoimento

Depoimento enviado com sucesso!