Páginas da Vida - Câncer de Pele



Minha história começou em dezembro de 2009, por conta de uma pinta nas costas, no lado esquerdo que apareceu do nada. Fui a um cirurgião plástico que logo diagnosticou como melanoma e no dia seguinte já marcou a biópsia, que veio com resultado positivo. Operei em jan de 2010. Fiz controle por quase 5 anos com exames de clínicos e de imagens, que sempre deram resultados negativos. Em novembro de 2014, num exame de rotina, mostrou um linfonodo na axila esquerda. Daí meu mundo começou a ruir, fiz uma cirurgia para retirar este linfonodo e alguns outros. As biópsias deram positivas. Então procurei o Dr Buzaid para me socorrer e no início de fevereiro fiz uma extração radical dos linfonodos e o esvaziamento da axila esquerda. Comecei a quimio e posteriormente passei para outro imunoterápico. Mas o pet scan continuava a brilhar, então em out/ 2015, fui incluída no estudo clínico de um novo imunoterápico o Nivolumab.



Estudo clínico para mim era uma coisa nova. Recebi ampla informação do que se trata este estudo e, que neste caso, o medicamento já estava aprovado com êxito na Europa e Estados Unidos. E o objetivo era para a obtenção da aprovação no Brasil, pelos órgãos competentes.

 

Esta semana completei 105 aplicações,  realizadas a cada 14 dias, sem interrupção.  E se Deus quiser ainda continuarei nele até a minha remissão completa.

 

Este medicamento ao contrário da quimio tem poucos efeitos colaterais. No começo do tratamento sentia uma queimação e coceira, nada que uma bolsa de gelo não resolvesse.

 

Às vezes sinto fadiga e mais recentemente frio nas extremidades do corpo. Não tenho sentido náuseas, depressão e vontade de não sair da cama, como me acontecia na quimio.

 

Como parte do tratamento, quando surgiram novos pontos da doença , prescreveram radioterapia, pois ela potencializa o imunoterápico.

Até agora fiz 4 ciclos de 3 sessões cada. Com resultados extraordinários. Os tumores focados  sumiram.

 

Sempre me senti segura durante todo o estudo clínico. Em nenhum momento senti que corri algum risco. Ao contrário, só tive benefícios. 

 

Minha experiência tem mostrado que câncer deixou de ser uma sentença de morte. Câncer tem  tratamento e com qualidade de vida.

 

Me tornei mais forte e generosa, quero compartilhar com todos, os benefícios que recebi deste estudo clínico.

 

Essencial é ter fé, paciência, esperança e um médico que te dê confiança, como Dr Buzaid tem me dito:  "sempre terei uma carta na manga para o seu tratamento".

 

Atualmente estou me sentindo muito bem. A doença e o tratamento  não me limitam o meu dia a dia. Inclusive continuo viajando nos meus fins-de-semana, inclusive ao exterior para visitar meus netos

 

A mente é tudo e sendo positiva o mundo fica mais fácil, alegre e feliz.

 

Clio Matzenbacher de Moura 

Professora aposentada -66 anos

Instituto Espaço de Vida

Instituto Espaço de Vida

Melhorar a qualidade de vida dos pacientes, não importando o desafio que esteja à frente.

  • IKCC - International Kidney Cancer Coalition
  • World Ovarian Cancer Day
  • WAPO - World Alliance of Pituitary Organizations
  • The Carcinoid Cancer Foundation
  • Alianza GIST
  • The Life Raft Group

Faça parte Novidades

Temos muitas coisas para compartilhar com você.
Lembre-se: você não está sozinho!

Digite o email corretamente

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso. Obrigado!

Indique este site

Indicação realizada com sucesso!

Seja parceiro

Mensagem enviada com sucesso!

Seja voluntário

Mensagem enviada com sucesso!

Envie seu depoimento

Depoimento enviado com sucesso!