Tópicos de Saúde

Nós sabemos o que causa os tumores estromais gastrointestinais?

Tamanho da letra

Diminuir fonte Aumentar fonte

Em anos recentes, cientistas tem tido um grande progresso no aprendizado de como certas mudanças no DNA podem fazer com que células normais tornem-se cancerosas. O DNA é a substância química que carrega as instruções para quase tudo que nossas células fazem. Nós parecemos com nossos pais porque eles são a fonte do nosso DNA. Mas o DNA afeta mais do que a nossa aparência. Alguns genes (partes de nosso DNA) contêm instruções para controlar quando as células crescem ou se dividem.
O tempo todo a célula se prepara para se dividir em 2 novas células, e devem então duplicar seu DNA. Este processo não é perfeito e, algumas vezes ocorrem erros, especialmente se as células estão crescendo rapidamente. Estes erros de cópia resultam em um defeito (ou mutação) no gene.
Certos genes que promovem o crescimento e divisão celular são chamados oncogenes. Outros que diminuem a divisão celular ou causam a morte celular no tempo certo são chamados genes supressores de tumor. Nós sabemos que cânceres podem ser causados por mutações no DNA (defeitos) que ligam os oncogenes ou desligam os genes supressores de tumor.
Algumas pessoas com certos tipos de câncer têm mutações no DNA que herdaram de um genitor, o que aumenta seu risco para doença. Há poucas famílias que tem tumores estromais gastrointestinais (GISTs) causados por mutação passada de pais para filhos. Mas a maioria das mutações do DNA relacionadas aos GISTs não são herdadas. Estas mutações ocorrem sem razão aparente e são chamadas esporádicas.
Não sabemos exatamente o que causa os GISTs, mas sabemos que células de câncer da maioria dos pacientes com GIST têm uma alteração em um oncogene chamado c-kit. O gene c-kit é encontrado em todas as células do corpo. Ele leva à formação de uma proteína chamada KIT. Esta proteína faz com que a célula cresça e se divida. Geralmente o gene c-kit está inativo. Ele apenas é ativado se há necessidade de mais células intersticiais de Cajal (CICs). Na maioria dos GISTs, o gene c-kit está mutado e sempre ativo. Isto deve explicar porque o câncer se forma. As células estão sempre crescendo e se dividindo. Em algumas das famílias que há muitos membros com GISTs, médicos encontraram mutações herdadas no gene c-kit.
Em alguns GISTs, uma mutação de gene diferente faz com que a célula produza muito da proteína chamada PDGFRA. Ela tem o mesmo efeito na célula que a KIT.
Estas proteínas (KIT e PDGFRA) agem como uma enzima chamada tirosina quinase. Elas são importantes no diagnóstico e tratamento de GISTs.



COMPARTILHE ESTE ARTIGO

Indique esta página Imprimir Voltar Topo