Descobri que tenho câncer. E agora?

Descobri que tenho câncer. E agora?

O diagnóstico de um câncer não é fácil para ninguém. Surgem dúvidas, medos e incertezas quanto ao tratamento. Além da carga emocional, envolvendo os familiares e amigos. Em questão de segundos, a pessoa vê sua vida de ponta cabeça: e meu trabalho? Minha faculdade? Minha família? Meus planos para o futuro?

Organizar esse turbilhão de informações demora um tempo, porém é importante lembrar que a informação é a grande aliada do paciente com câncer. Quanto mais informação a pessoa buscar, maior será a sua qualidade de vida, diminuindo a porcentagem do medo e da insegurança.

Conhecer a doença é o primeiro passo. Entender os sintomas, os fatores de risco, os tipos de tratamento e o seguimento é essencial. Procurar pessoas que lutam contra o câncer, também ajuda a pessoa a enxergar de diferentes ângulos, e mostra o quanto pode ser positiva essa luta.

 

Entenda como surge o câncer:

As células que constituem os animais são formadas por três partes: a membrana celular, que é a parte mais externa; o citoplasma (o corpo da célula); e o núcleo, que contêm os cromossomas, que, por sua vez, são compostos de genes. Os genes são arquivos que guardam e fornecem instruções para a organização das estruturas, formas e atividades das células no organismo. Toda a informação genética encontra-se inscrita nos genes, numa "memória química" - o ácido desoxirribonucleico (DNA). É por meio do DNA que os cromossomas passam as informações para o funcionamento da célula. Uma célula normal pode sofrer alterações no DNA dos genes. É o que chamamos mutação genética. As células cujo material genético foi alterado passam a receber instruções erradas para as suas atividades. As alterações podem ocorrer em genes especiais, denominados protooncogenes, que a princípio são inativos em células normais. Quando ativados, os protooncogenes transformam-se em oncogenes, responsáveis pela malignização (cancerização) das células normais. Essas células diferentes são denominadas cancerosas. ( Instituto Nacional do Câncer – INCA)

 

O que é o câncer?

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer – INCA, câncer é o nome dado a um conjunto de mais de 100 doenças que têm em comum o crescimento desordenado (maligno) de células que invadem os tecidos e órgãos, podendo espalhar-se (metástase) para outras regiões do corpo.  Dividindo-se rapidamente, estas células tendem a ser muito agressivas e incontroláveis, determinando a formação de tumores (acúmulo de células cancerosas) ouneoplasias malignas. Por outro lado, um tumor benigno significa simplesmente uma massa localizada de células que se multiplicam vagarosamente e se assemelham ao seu tecido original, raramente constituindo um risco de vida.

Juliana Artigas

Juliana Artigas

Pode me chamar de Ju. Jornalista, paulistana nata e balzaquiana. Apaixonada pelo comportamento humano e não dispenso um abraço demorado. Acho que toda história (boa ou não) merece ser contada. Amorosa, sonhadora e chorona. Quer me ganhar? Basta falar sobre o amor.  

  • IKCC - International Kidney Cancer Coalition
  • World Ovarian Cancer Day
  • WAPO - World Alliance of Pituitary Organizations
  • The Carcinoid Cancer Foundation
  • Alianza GIST
  • The Life Raft Group

Faça parte Novidades

Temos muitas coisas para compartilhar com você.
Lembre-se: você não está sozinho!

Digite o email corretamente

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso. Obrigado!

Indique este site

Indicação realizada com sucesso!

Seja parceiro

Mensagem enviada com sucesso!

Seja voluntário

Mensagem enviada com sucesso!

Envie seu depoimento

Depoimento enviado com sucesso!