Espaço de Vida
Buscar
0800-7733241
0800-7733241
A ligação é gratuita!


Cadastre-se e receba nossas novidades:

Fale com Especialista

5 Cuidados emocionais que você deve ter para evitar doenças psicossomáticas


20/07/2017

O que a pessoa pode fazer para se prevenir?

Se há uma regra, uma receita ou uma fórmula para a vida saudável, esse é um dos grandes segredos perseguidos pela humanidade.

Infelizmente tenho que confessar que a área de saúde ainda não tem essa resposta certeira, mas temos muitos dados comprovando a importância de cuidados físicos e emocionais para conquistar uma vida saudável.

 

Não só o câncer, mas todas as doenças multifatoriais, ou seja, aquelas que ainda não possuem uma causa determinante, revelam a influência dos fatores do meio ambiente e também das condições do organismo para o desenvolvimento da doença.

 

Considerando isso, siga as dicas e minimize ao máximo as possibilidades de desenvolver doenças.

 

5 Cuidados emocionais para evitar doenças psicossomáticas:

 

1. Mantenha o equilíbrio emocional

Por meio do autoconhecimento, será possível que você consiga compreender o que acontece em sua vida e avaliar a melhor alternativa para resolver todos os problemas.  Para alcançar o equilíbrio emocional você pode seguir quatro passos:

  • Evite agir por impulso – temos reações emocionais muito fortes e quando não tentamos controlá-las, acabamos agindo por impulso, sem avaliar adequadamente as consequências e isso pode nos trazer sérios problemas no futuro.

  • Não se concentre no problema – busque uma solução – avalie, pondere, analise e veja quais os ganhos e as perdas você terá a partir de cada ação que tomar.

  • Seja flexível e busque novas formas de enfrentar os mesmos problemas.

  • Respeite seus limites – todos temos limites e precisamos respeitá-los.

 

2. Fale sobre o que pensa e sente

Muitas vezes ficamos incomodados com as coisas que acontecem e guardamos pra gente... mas as coisas não param de acontecer e não paramos de ficar chateados, vamos engolindo sapos, até que eles se transformem em dinossauros gigantes!  Não falar sobre o que pensamos ou o que sentimos é um grande erro por dois motivos:

Primeiro porque as pessoas continuam a se comportar da mesma maneira – porque muitas vezes nem sabem que estão nos incomodando; e segundo porque mesmo que as pessoas não mudem, é necessário expressarmos nossos sentimentos para não acumular.

Uma gota d’agua não faz nada num copo vazio... mas uma gota d’agua faz transbordar um copo que já está cheio.

Acumular tristezas e angústias traz muitas reações físicas indesejáveis, e isso prejudica ainda mais o estado emocional.

 

3. Faça exercícios físicos

O exercício físico auxilia no relaxamento do corpo, na liberação de toxinas produzidas nos momentos de stress e também propicia contatos sociais interessantes.  Mas lembre-se que antes de uma prática física é importante consultar um médico para avaliar as atividades permitidas.

 

4. Respire

Quando estamos estressados liberamos uma serie de substancias prejudiciais em nosso sangue.  Também ocorre uma série de alterações no funcionamento da respiração levando a cansaço, taquicardia, palpitações, etc.  Respirar é uma maneira de acalmar o organismo.  Inspire pelo nariz e solte o ar pela boca bem demoradamente, por três vezes seguidas, se concentrando no movimento da respiração.  Após esses três ciclos você estará se sentindo melhor.

 

5. Mantenha-se no presente e ame a sua vida

Os ansiosos vivem no futuro; os depressivos vivem no passado; os felizes vivem no presente.

Preste atenção em cada dia – ao final do dia crie o hábito de se sentar com a família ou com amigos para falar ao menos uma coisa que lhe aconteceu de bom.  Porque mesmo em meio à tragédia, sempre há alguma coisa de positivo.  Mesmo que seja para chorar de saudade, de medo, de tristeza, chore!  Mas chore enquanto esses eventos estiverem presente.  Quando eles estiverem no passado, o mais adequado é não tentar retoma-los.  E sobre o futuro?  Ele vai chegar,  não precisamos nos preocupar com isso.  

 

*********

Erika Scandalo -  especialista em Psicologia Clínica, escreve sobre a vida e diferentes formas de aproveitá-la.  Acredita que a felicidade é consequência de uma visão proativa sobre as dificuldades.  Ser feliz é mais um olhar sobre o que se tem, do que ter tudo o que se quer.

 

Compartilhe:
Voltar 

Apoio



Publicações

Publicações
Conheça agora nossas publicações gratuitas.
Acesse
As informações disponíveis neste portal têm o objetivo estritamente informativo e não devem ser usadas para auto-diagnóstico, auto-medicação e/ou para substituir os serviços ou informações médicas e/ou profissionais da saúde. Em caso de dúvidas fale com seu médico ou com a equipe que lhe atende, eles poderão esclarecer todas as suas dúvidas. O Conteúdo editorial, manuais e/ou vídeos entrevistas do Portal não tem relação comercial com os apoiadores.

Instituto Espaço de Vida

| Sobre o Instituto Espaço de Vida | Fale Conosco
Rua Jandiatuba, 630 – Torre B – Cj. 333 – Vila Andrade – CEP: 05716-150 – São Paulo/SP - Fone: 11 - 3721-5317