CÂNCER DE VAGINA

  • O que é?
  • Fatores de Risco
  • Sintomas
  • Diagnóstico
  • Tratamento
  • Estadiamento

O Câncer de Vagina é um tipo raro de câncer que ocorre no sistema reprodutor feminino e, segundo estatísticas, atinge, geralmente, mulheres entre os 45 e 65 anos, ou mulheres que não mantêm relação sexual. . Na maior parte dos casos o câncer de vagina é de origem secundária, ou seja, proveniente de metástases de câncer em órgãos próximos, como o de colo de útero, ovários, endométrio ou até de intestino grosso. O Carcinoma Epidermoide, câncer na vagina causado pelas células da própria vagina, são apenas 1% de cânceres  ginecológicos.

Alguns fatores podem aumentar o risco de câncer de vagina como:

  • Idade
  • Tabagismo
  • Alcoolismo
  • Adenose Vaginal
  • HPV (Vírus do Papiloma Humano)
  • HIV (Vírus da Imunodeficiência Humana) – Virus que causa a AIDS
  • Câncer de Colo do Útero
  • Irritação na vagina
  • Não manter relações sexuais (já que alguns sintomas, como dor durante o sexo, por exemplo, podem não ser percebidos)

Grande parte das mulheres com câncer vaginal apresentam sintomas como:

  • Corrimento vaginal anormal com cheiro;
  • Sangramento vaginal anormal – fora do período menstrual;
  • Dor durante as relações sexuais;
  • Sangramento após a relação sexual;
  • Ardência;
  • Ulcerações (feridas) com infecção ou não;
  • Urgência em urinar;
  • Dor ou ardência ao urinar;
  • Dor pélvica;
  • Prisão de ventre;
  • Massa palpável

Os principais exames para diagnosticar o câncer de vagina são o Papanicolau e a Colposcopia, que permite examinar a olho nu ou com o aparelho colposcópio lesões ou problemas possíveis. Lesões suspeitas poderão passar por biópsia para um diagnóstico mais preciso. Outros exames podem ser usados também como exames de imagem (Radiografia do Torax, Tomografia Computadorizada, Ressonância Magnética e PETscan).

O tratamento varia conforme o estagio da doença e danos causados, mas os principais métodos são:

  • Cirurgia - para retirada dos tecidos comprometidos pela doença;
  • Radioterapia;
  • Quimioterapia

Em atualização.

Páginas da vida Páginas da vida

Olá minha intensão é que meu caso seja fonte de perseverança para algumas pessoas que estejam passando por esse caso.Começou assim dei uma relaxado nos exames preventivos por 3 anos e quando acordei de que estava em falta com minha saúde fui fazer a mamografia em maio de 2009 e…

Josiete maria dos Santos

Meu nome é Andréa Ferraz Mesquita, tenho 39 anos e sou sobrevivente do câncer de mama por duas vezes. A primeira vez que tive a doença foi em 2003 e ela voltou em abril de 2008, quando eu estava fazendo exames de rotina. Meu tratamento da primeira vez foi uma quadrantectomia, retirada parcial…

Andrea Mesquita

ESTOU,COM CANCER NO COLO DO ULTERO, MAS ESTOU FAZENDO TRATAMENTO,TENHO CINCO FILHOS A MINHA FORÇA VEM DOS MEUS FILHOS!!!E EU SEI QUE VOU FICAR CURADA...

carla CRISTINA DE OLIVEIRA
  • IKCC - International Kidney Cancer Coalition
  • World Ovarian Cancer Day
  • WAPO - World Alliance of Pituitary Organizations
  • The Carcinoid Cancer Foundation
  • Alianza GIST
  • The Life Raft Group

Faça parte Novidades

Temos muitas coisas para compartilhar com você.
Lembre-se: você não está sozinho!

Digite o email corretamente

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso. Obrigado!

Indique este site

Indicação realizada com sucesso!

Seja parceiro

Mensagem enviada com sucesso!

Seja voluntário

Mensagem enviada com sucesso!

Envie seu depoimento

Depoimento enviado com sucesso!