Como é o diagnóstico?

Como é o diagnóstico?

O câncer pode ser diagnosticado em vários estágios de evolução da doença. Muitas pessoas têm dificuldade de descobrir o doença por conta dos sintomas. Diversos tipos de cânceres possuem sintomas comuns, que podem ser facilmente confundidos com outras doenças.

Esses estágios, ou como muitos dizem, estadiamento, são importantes para o médico saber qual tratamento e medicamento correto deve autorizar para cada paciente.   

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer - INCA, cerca de 70% dos pacientes, recebem o diagnóstico por outras especialidades. Para chegar a um diagnóstico de câncer, sem restar dúvidas, o médico passa por várias etapas: ele analisa o paciente como um todo, para depois nas opções de patologias.

São solicitados os seguintes exames:

Ecografia: também conhecida por ultrassonografia é um exame que permite detectar lesões em órgãos como fígado, pâncreas, baço, rins, próstata, mama, tireóide, útero e ovários.

Radiografia: é um raio-x, que ajuda a identificar alterações no pulmão, na coluna e ossos.

Ressonância magnética: é um exame de imagem que detecta alterações em órgãos como mama, vasos sanguíneos, fígado, pâncreas, baço, rins e supra-renais.

Tomografia Computadorizada: é realizada quando se verificam alterações no raio-x e é frequente no exame aos pulmões, fígado, baço, pâncreas, articulações e faringe, por exemplo.

Exames de sangue laboratoriais.

Biópsia.

  • IKCC - International Kidney Cancer Coalition
  • World Ovarian Cancer Day
  • WAPO - World Alliance of Pituitary Organizations
  • The Carcinoid Cancer Foundation
  • Alianza GIST
  • The Life Raft Group

Faça parte Novidades

Temos muitas coisas para compartilhar com você.
Lembre-se: você não está sozinho!

Digite o email corretamente

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso. Obrigado!

Indique este site

Indicação realizada com sucesso!

Seja parceiro

Mensagem enviada com sucesso!

Seja voluntário

Mensagem enviada com sucesso!

Envie seu depoimento

Depoimento enviado com sucesso!